Migrantes, Mattarella no dia da abolição da escravatura

“Há poucos dias, as imagens brutais dos migrantes vendidos em leilão com base em um” valor “que os equipara a mercadorias nos lembram do fato de que ainda existe um fenômeno que nega a dignidade do ser humano em sua raiz. Juntamente com a escravidão tradicional, outros foram adicionados, quase sempre ligados ao tráfico de migrantes “

É o que disse o Presidente da República, Sergio Mattarella, por ocasião do Dia Internacional pela Abolição da Escravatura. “As situações de conflito, pobreza, a fuga de territórios atingidos por fenômenos naturais, são terreno fértil para a disseminação de fenômenos como a exploração sexual, o trabalho infantil, os casamentos forçados, o recrutamento de crianças em conflitos armados”, continuou.