Expulsão dos mercadores do templo, preceito atual

Em 4 de março, o Papa Francisco comentou a história do Evangelho de Jesus que expulsou os migrantes do templo, sublinhando como Cristo disse:

“Não faça do mercado do meu pai um mercado”. Isto é, explica o pontífice, “um ensinamento sempre atual, não só para as comunidades eclesiais, mas também para os indivíduos, para as comunidades civis e para as sociedades. De fato, é comum a tentação de aproveitar as atividades boas, às vezes obedientes, para cultivar interesses privados, se não mesmo ilícitos ”.