O caminho pedagógico do discernimento, construindo o itinerário de Animação Vocacional

O curso congregacional de formadoras que iniciou dia 1º de fevereiro reuniu 30 formadoras de todas as etapas da formação representada pelas três províncias, Nossa Senhora de Fátima, São José, Maria Mãe dos Migrantes e a Delegação Ásia.

A primeira etapa se desenvolveu em Aparecida, SP. A segunda parte continuou em Jundiaí a partir do dia 05, dia de escuta uma das outras, da realidade de cada província, traduzindo em palavras as experiências vividas pelas formadoras nas etapas formativas. Foi um dia intenso de gestos e expressões partilhadas que relataram a riqueza da missão de formadoras, culminando o dia seguinte com o estudo da Traditio Sacalabriniana, assessorado por Ir. Etra Módica, animadora geral da Formação.

Dia 07 as formadoras foram convidadas para caminhar rumo às fontes da Congregação.  Junto aos restos mortais do venerável Pe. José Marchetti e de sua obra Orfanato Cristóvão Colombo, celebramos a caminhada no encontro fraterno com nossos irmãos scalabrinianos e com as irmãs que compartilham da missão. Visitamos as dependências que ainda hoje acolhem crianças necessitadas do Ipiranga. Seguiu-se a visita ao Memorial da Bem-aventurada Assunta Marchetti na Vila Prudente, espaço onde Madre Assunta entregou a sua vida em favor dos órfãos. Fomos acolhidas por Ir. Leocádia Mezzomo, postuladora da causa de canonização, pelas irmãs que coordenam o projeto e pelo carinho e vibração das 125 crianças que frequentam o espaço, local que funciona com turno inverso à escola. Partilhamos da mesa e da mística que ainda hoje perpassa a vida e missão scalabriniana.  Finalizando a peregrinação conhecemos a Missão Scalabriniana no Pari. As irmãs apresentaram um demonstrativo do projeto, relatando a ação junto a tantos migrantes, que por diferentes necessidades fazem do projeto o espaço de vida e encontro como ser humano, necessitados de um lar e ambiente favorável de buscar mercado de trabalho na grande metrópole. O encontro com vários migrantes, crianças, jovens, homens e mulheres retrataram a fragilidade humana de quem chega e ao mesmo tempo a grandiosidade da missão. Registramos a alegria de chegar às fontes congregacionais com a presença de Ir. Maria Lélis da Silva, Superiora Provincial da Província Maria Mãe dos Migrantes, Província Maria Mãe dos Migrantes, quem desde a celebração Eucarística até o embarque da volta de São Paulo a Jundiaí se fez presente fraternalmente e atenciosamente.

Nos dias 8 e 9, coube ao Ir. Márcio Henrique da Costa, marista, coordenador da Animação Vocacional do Instituto a que pertence, realizar o caminho pedagógico do discernimento, construindo o itinerário de Animação Vocacional com a colaboração efetiva e afetiva das participantes de forma precisa e objetiva desde a realidade das juventudes.

Holambra, a cidade das flores, reuniu as formadoras no encontro com a migração holandesa no Brasil no domingo dia 10, dia do olhar a história passada e presente junto à natureza e à cultura típica descendente da migração que ainda hoje se identifica com a terra. Foi uma parada necessária, no convívio fraterno aspergido de aromas e cores que coroaram os dias passados e remetem em direção à síntese do VII Curso Congregacional de formadoras.

Nas datas seguintes o grupo foi convidado para dedicar um tempo de oração e retomada do caminho realizado através do ícone bíblico Salomão que significa “paz”, homem da sabedoria e das alianças. Motivadas pelas partilhas e experiências, os últimos dias, foram dedicados para a elaboração da síntese das riquezas que remetem às prioridades da animação vocacional nas propostas de elaboração do Plano Congregacional, considerações do Itinerário Vocacional e   plano do Setor Scalabriniano Juventudes e Vocações seguidos da elaboração dos horizontes referentes ao Documento Final e olhar atento aos elementos formativos de cada etapa em vista da Ratio Formationis.

Somos imensamente agradecidas pela acolhida alegre e fraterna das irmãs da Comunidade do  São Carlos, Aparecida, SP, às irmãs da Comunidade Noviciado São Carlos, Potim, SP que acolheram as formadoras em suas casas por alguns dias, à Ir. Erivalda de Lima Miranda, administradora do São Carlos Eventos e Hospedagem que junto com sua equipe favoreceram a estadia do grupo com carinho e dedicação.

Somos agradecidas por todas as irmãs e formandas que se somaram às nossas inquietações, buscas e realizações através de mensagens expressas pelos vários meios de comunicação.

Com a Celebração de envio, aprovação final do documento e avaliação encerrou-se o VIIº Curso Congregacional de Formadoras com o compromisso de confiar na promessa e na bênção de Deus que nos precede na indicação do caminho.

Deo gratias!